Dulce se humilha para Miroel mas o que ela faz a seguir é de arrepiar

Depois que as filhas de Zenaide (Maeve Jenkings) desapareceram, a avó Dulce (Fernanda Montenegro) toma uma atitude arriscada e vai até a casa dos Matheus.

Quando a matriarca da família chega na casa dos seus inimigos mortais, ela é tratada com muita deferência por Miroel (Luis Carlos Vasconcelos), o pai de Amadeu (Marcos Palmeira), que levou um tiro nas costas no casamento com Maria da Paz (Juliana Paes)

“Nunca pensei que a mulher mais forte da família Ramirez ia sentar aqui na minha frente, que nem visita”, diz o homem. . “A senhora é quase uma lenda”, concorda Vicente (Álamo Facó), irmão mais novo de Amadeu.

Indo direto ao assunto, Dulce quer apenas saber de suas netas, já que foi encontrada uma tira de couro da bolsa de Zenaide, o que se supões que já esteja morta.

Miroel então chama Vicente e lhe estapeia na frente da avó de Maria da Paz. recriminando-o: “Isso é por não saber queimar uma bolsa direito. Dona Dulce, a gente cria os filhos, faz tudo o que pode. Mas eles não tem a mesma fibra de nós, que somos mais velhos. Não…não são como a gente. Não têm serventia pra nada, muitas vezes”, reclama o homem.

Sem piscar um olho, Dulce diz que Maria da Paz conseguiu fugir. “Teve sorte, não sei como, mas conseguiu escapar. O pobre do meu filho, que ia casar com ela, está muito pior. Fiquei sabendo, está no hospital. Não morreu, mas pode ser que não volte a andar. Que serventia tem um homem que não pode andar? Sua neta está na vantagem”, diz Miroel.

“Já a outra não conseguiu fugir. Eu sei que deixaram ela  na rodoviária de Vitória mas nunca chegou a São Paulo. Como eu estava dizendo, me trouxeram esse pedaço de couro do seu quintal. Ou seja, mataram ela e roubaram a bolsa”, atira Dulce.

“Deus sabe que eu não queria matar ninguém”, diz Miroel. Mas Dulce insiste em saber onde estão suas netas. “Nós fizemos um pacto mas mesmo deram um tiro no meu filho no altar. Eu tive que responder à altura”, diz o homem, se inocentando da culpa.

“Sabe muito bem que aquele pacto foi ideia da minha neta Maria da Paz. Mas a gente que tem experiência de vida nunca acreditou de verdade naquele pacto”, diz Duce.

Na sequência, Dulce diz que está disposta a se ajoelhar para que Miroel diga onde estão suas netas.

“A gente não tava vigiando. A gente tava em casa, à noite. Como podíamos pensar que alguém ia ter a coragem de vir pegar uma menina praticamente dentro de nossa casa?”, indaga a matriarca da família Ramirez.

“É o pecado do orgulho, dona Dulce. É quando a gente acha que é mais do que é”, responde Miroel

“Seu Miroel, preciso saber o paradeiro dessas meninas. Se tiver disposto a falar, vocês, os Matheus, vão ter a minha palavra de que a paz vai se fazer entre as duas famílias”, insiste Dulce. “É outro pacto pra ser quebrado pelos Ramirez?”, pergunta Miroel

“Mais que um pacto, é o coração de uma velha que pede. Aceite meu pedido de paz e devolva as meninas. Vou repetir. Quer que eu me ajoelhe pra perguntar onde está a Fabiana? Onde está a Virgínia?”, pergunta.

“A filha da Zenaide… Virgínia, não é? Escapou por pouco. A mãe gritou pra ela… corre, corre… a menina, assustada, mas acostumada a obedecer, correu. Foi na praia e tinha muita gente. Tivemos que fugir antes que a polícia chegasse. Só deu tempo de pegar a bolsa, que a gente queimou depois, como a senhora já tá sabendo”, esclarece o homem.

“Seja generoso, diga onde está a outra menina. É tudo que peço e se disser, nunca mais um Ramirez matará um Matheus”, implora Dulce. “Nunca mais. Palavras fáceis de se ouvir, difíceis de cumprir”, responde Miroel. “Diga, ou me humilho ainda mais e caio em lágrimas”, continua a Ramirez.

Chega então Ticiana (Áurea Maranhão), irmã de Amadeu, e entrega um pacote a Miroel. O homem tira um casaco com sangue do pacote e diz que foi só o que sobrou. “Reconhece o casaquinho?”, pergunta.

Nessa hora, o rosto de Dulce se crispa de ódio. O que fará a matriarca da família Ramirez agora que sua neta morreu?

Não perca a cena nos próximos capítulos de A Dona do Pedaço.

Veja também

Fátima Bernardes promove reencontro de irmãs em A Dona do Pedaço